© 2017 Mamatraca - Site criado por Confia.Me

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

20/05/2017

"Empresa não faz doação, faz investimento"

As blogaira tudo receberam um press kit de uma indústria multinacional "apoiando a doação de leite materno". 🤔

O que é uma causa urgente e nobilíssima, no entanto impossível ignorar o fato de que os bancos de leite estão vazios não apenas por falta de doação - mas por falta de amamentação, coisa que gera muito lucro para quem? Para as indústrias multinacionais. 😒

A indústria faz uma caixa de cacarecos, manda para as "influenciadores digitais" bottons, pôsteres e um vidro logotipado da campanha. Na expectativa de mídia espontânea e melhora da percepção de marca, por supuesto. Faz site, contrata agência de imprensa e o caramba todo. 🙄

Com essa grana de ação publicitária, poderia mandar anonimamente uns milhares de vidros com tampa de rosca de plástico - recipiente de coleta de leite sempre em falta, caso tivesse mesmo interessada em ajudar alguma coisa. 😏

Fica por aqui mais um episódio da série "13 razões por que eu sou uma blogueira po...

23/09/2015

Sabia que para vários produtos o custo de publicidade é mais alto do que o do próprio produto? Tipo assim, se você paga 10 reais num xampu comum, 30% é custo do produto (desde fabricar até entregar na loja) e 70% pode ser custo de publicidade - do jabá da blogueira ao cachê da garota propaganda! O que seria da Bestlé sem suas garotas propagandas, não é mesmo?  Uma análise crítica da mídia do desmame vai mostrar para você que, se por um lado existe um esforço da comunicação pública em promover a amamentação através das campanhas com as "madrinhas" famosas, parece que quem está por cima da rapadura não é você e nem sou eu. Observe que curiosa coincidência! As madrinhas e padrinhos da amamentação sempre viram queridinhos da Nestlé! Maria Paula, Vanessa Lóes, Nivea Stelmann, Cláudia Leitte

22/09/2015

A Nestlé é responsável pelos altos índices de desmame no Brasil: Ainda que existam leis que protejam a amamentação, estamos enfrentando sempre uma tarefa hercúlea, quando se trata de informação. Simplesmente porque de um lado há as pessoas, coletivos e polos de conteúdo independente e conhecimento passado de mãe para mãe, e do outro a gigantesca indústria de leite artificial, bicos, chupetas e mamadeiras. Que depende do desmame para seguir prosperando ao lucro máximo. E tem dinheiro para garantir isso, através das maravilhas da publicidade. Eu poderia citar aqui qualquer um dos fabricantes de leite artificial - que travam entre si uma outra luta pela hegemonia do mercado - mas a bola da vez é a gigante Nestlé, pioneira na disseminação de boas práticas para desmame. Na última quinzena a internet (especialmente materna) mostrou a quem quisesse ver, a ardilosidade da publicidade para leite artificial e produtos de introdução alimentar.   Foram eventos "de conteúdo para mães"...

31/07/2015

PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS, MARCAS E LICENCIADORES NÃO APOIAM A AMAMENTAÇÃO. Mal começou a Semana Mundial da Amamentação e já vimos pipocar por aí iniciativas corporativas que pegam carona no evidente valor que existe em favorecer uma das atividades mais amorosas do mundo para aumentar cliques, seguidores, vendas e melhorar imagem percebida. ​​   As agências de marketing formulam suas campanhas baseadas nos desejos, pensamentos, assuntos, medos comuns da maternidade, desde sempre. Pode anotar no seu caderninho, depois da tendência "deixa chorar" e "culpa não", largamente explorada pela indústria nos últimos 5 anos, a bola da vez é vender coisas em nome do amor, usando vários aspectos da maternidade ativa para passar produto porcaria pela esteira do supermercado e da farmácia. Não tarda muito para as mães amamentadeiras, tatuadas, empreendedoras, empoderadas e sei lá mais qual outro rótulo supostamente progressista, começarem a figurar nas campanhas e eventos para...

Please reload

PROJETO CLAREAR

COM CEILA SANTOS

 

ESPECIAIS

Please reload